ARAPUTANGA - Quinze pessoas são monitoradas por tornozeleira eletrônica

Compartilhe

Por - Sebastião Amorim

No Estado de Mato Grosso, não foi concedido indulto, nem saída temporária para presos por ocasião do natal e ano novo, para que condenados pudessem passar o fim de ano com a família.

A informação foi confirmada à Folha de Araputanga  em resposta à solicitação feita junto à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos – SEJUDH/MT.

QUINZE MONITORADOS EM ARAPUTANGA

No mesmo documento a SEJUD/MT informou que chega a 74 o número de pessoas cumprindo pena, monitoradas por tornozeleira eletrônica, nos diversos municípios da região; em Araputanga chega a 15 o número de monitorados. Confira o número de pessoas usando tornozeleira em outros municípios:


A tornozeleira eletrônica pode ser utilizada nas seguintes situações: presos provisórios (que aguardam julgamento), presos em regime domiciliar e presos em regime semiaberto. Além disso, podem ser usadas durante saídas temporárias de presos, como no indulto de Natal (não foi o caso de Mato Grosso em 2017) e, para medidas protetivas para vítimas de violência doméstica e familiar, o que inclui delitos contra mulheres, crianças, adolescentes, idosos, doentes e pessoas com deficiência. 

PRESOS

O número de vagas existentes nos presídios e cadeias públicas de oito municípios da região, são  767 enquanto que o número de presos cumprindo pena nos municípios listados abaixo, somam 1.178 condenados; há um déficit de 53,58% no número de vagas. Confira: 

Fonte: SEJUDH/MT

Foto - O Popular

Geral Imprimir