ARAPUTANGA - Vândalos colocam bebida alcóolica em bebedouro de escola municipal

Compartilhe

Por: Ronildo dos Anjos


Crianças da escola Cleuza Braga Hortêncio, comunidade das Botas, foram pegas de surpresa na última terça feira dia 02 de maio. Segundo informações do diretor da escola, vândalos pularam o muro e colocaram bebida alcoólica dentro do bebedouro da escola.

Segundo relatos de funcionários, o gosto de cachaça na água foi percebido pelas crianças e comunicado aos professores.

O ato de vandalismo está sendo apurado pelo diretor da escola, professor João Batista. O diretor, veio à Araputanga na última sexta feira, 5, para apresentar o problema a secretaria de educação do município. À nossa reportagem, o diretor disse que iria tomar medidas para que o caso não ficasse impune.

A Secretária de Educação de Araputanga, professora Lindinalva de Souza, falou na tarde da ultima segunda feira, 08/05, com nossa reportagem. Ela afirmou que este ato de vandalismo será apurado e, será tomada medidas drásticas, para que situação como esta não volte a ocorrer na escola. Ela afirmou que esta semana será feito o Boletim de Ocorrência e a polícia fará seu trabalho de investigação para tomar as devidas providencias. Segundo a secretária, já existe suspeita de quem tenha cometido o ilícito.

O vice-prefeito de Araputanga, Enilson Rios, também falou sobre o assunto. Segundo ele, isso é inadmissível, e precisa ser apurado e punido, para que não volte a acontecer.

FALTA DE SEGURANÇA

O problema com a falta de segurança na escola Cleuza Braga é antigo. O muro da instituição de ensino é baixo e a escola não conta com guardas, ficando totalmente vulnerável a qualquer ato de vandalismo que possa ser praticado pelos oportunistas de plantão.

Segundo informações obtidas pela nossa reportagem, a prefeitura teria contratado dois guardas para a escola em 2012/2013 (a informação não foi confirmada na prefeitura), mas eles trabalharam por pouco tempo na segurança do colégio e, foram desviados de função.

A escola instalou um sistema de alarmes. No entanto, o alarme funcionou pouco tempo por falta de manutenção.

O bebedouro da escola está instalado do lado externo da cozinha e por não haver nenhuma proteção, fica fácil abri-lo e colocar qualquer substancia em seu interior. 

As autoridades responsáveis pelo colégio precisam tomar uma medida urgente de segurança. Desta vez foi bebida alcoólica, mas poderia ser algo pior. 


(acompanhe a entrevista com a secretária de educação no link na parte superior do site)

Polícia Imprimir