Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão na residência do ex-prefeito de Araputanga, Airtom Português

Compartilhe

Após a divulgação de vídeos divulgados pelo ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa, onde políticos aparecem pegando dinheiro, supostamente de propina, os mencionados pela delação de Silval não saíram dos holofotes.

Na manhã de hoje, 14 de setembro, a Polícia Federal cumpriu vários mandados de busca e apreensão em várias cidades de Mato Grosso em São Paulo-SP e no Distrito Federal.

Ao todo, foram cumpridos mandados em 64 endereços, em dois estados e na capital federal. Em Mato Grosso, há diligências em nove municípios: Cuiabá, Rondonópolis, Primavera do Leste, Araputanga, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra, Juara, Sorriso e Sinop.

Segundo a assessoria da PF, há 270 policiais federais e procuradores da República envolvidos na operação desta quinta.

Em Araputanga, uma viatura da Polícia Federal, estacionou em frente à residência do ex-prefeito e ex-deputado estadual Aírton Rodina Luiz (Português), por volta das 6 horas da manhã. Os policiais permaneceram na residência até as 8:45 da manhã.

A reportagem da Rádio Arco-íris esperou a saída dos agentes federais da residência para colher informações. Na saída o Delegado responsável pela operação não quis gravar entrevista, mas disse que foram recolhidos alguns documentos da residência que serão analisados. O Delegado informou ainda que a entrevista para esclarecer os resultados da Operação será dada em Cuiabá.

No momento da ação da Polícia federal, o ex-deputado, não se encontrava na residência.



Polícia Imprimir